(11) 3858-5750

Kit de Insumos IPA Inglesa 10L, R$65,00

Seja o primeiro a avaliar este produto

R$65,00

Em estoque

Kit de Insumos IPA Inglesa 10L está disponível somente na quantidade mínima de 1 itens

Descrição Rápida

kit completo passo a passo!
Para fazer até 10 Litros de cerveja
Malte, Lúpulo, Fermento e tampinhas inclusos.
 
A Prazeres da Casa elaborou para você uma série de receitas campeãs testadas por nossos cervejeiros.
Comprar um kit sai mais em conta do que comprar os itens individualmente.
Em todos os kits de insumos, você terá tudo o que você precisa para fazer sua cerveja: o malte, lúpulo, fermento até as tampinhas.
O kit acompanha também um passo a passo para te auxiliar durante o processo de brassagem.
 

 

Fonte: BJCP (2008)

14A. English IPA
IPA Inglesa

Aroma: Aroma de lúpulo de moderado a moderadamente alto e de natureza floral, terrosa ou frutada é típico, ainda que a intensidade do caráter de lúpulo seja normalmente mais baixo do que nas versões americanas. Leve aroma de dry-hopping de caráter gramíneo é aceitável, mas não obrigatório. A presença moderada de malte com notas de caramelo ou tostado é comum. Frutosidade de baixa a moderada, proveniente de ésteres ou de lúpulos, pode estar presente. Algumas versões podem apresentar nota sulfurosa, mas esta característica não é obrigatória.

Aparência: A cor varia de âmbar dourado até cobre claro, mas a maioria vai de âmbar pálido a médio e com tons alaranjados. Deve ser límpida, ainda que versões não filtradas que passam por dryhopping possam ser um pouco turvas. Boa retenção de colarinho de cor quase branca e que deve persistir.

Sabor: Sabor de lúpulo de médio a alto, com amargor de lúpulo de moderado a assertivo. O sabor do lúpulo deve ser similar ao aroma (floral, terroso, frutado, e/ou levemente gramíneo). O sabor do malte deve ser de médio-baixo a médio-alto, mas deve ser perceptível, agradável e deve dar suporte ao lúpulo. O malte deve apresentar um caráter inglês que lembre pão, biscoito, tostado e/ou caramelo. Apesar da característica substancial de lúpulo dessas cervejas, o equilíbrio ideal é alcançado com a quantidade suficiente de malte, corpo e complexidade. Níveis muito baixos de diacetil são aceitáveis e a frutosidade resultante da fermentação ou dos lúpulos aumentam a complexidade. O final vai de médio a seco, e o amargor pode persistir no retrogosto, mas que não deve ser áspero. Se a água utilizada possuir muitos sulfatos, pode normalmente aparecer um distinto final seco, com características minerais, algum sabor de enxofre e um amargor persistente. Em versões mais fortes pode ser notado algum sabor limpo de álcool.
Carvalho é inapropriado neste estilo.

Sensação na Boca: Macia, com corpo de médio-leve a médio, sem a adstringência derivada do lúpulo, ainda que uma carbonatação de moderada a médio-alta possa combinar para causar uma sensação geral seca na presença do dulçor do malte. Um suave calor alcoólico pode e deve ser percebido nas versões mais fortes (mas não em todas).

Impressão Geral: Uma Pale Ale lupulada, moderadamente forte que apresenta características consistentes com o uso de maltes, lúpulos e leveduras inglesas. Possui menos caráter de lúpulo e um sabor de malte mais pronunciado do que as versões americanas.

História: Feita para sobreviver à viagem da Inglaterra até a Índia. As temperaturas extremas e a agitação do mar resultavam em uma cerveja altamente atenuada no desembarque. As English Pale Ales foram derivadas das India Pale Ales.

Comentários: Uma Pale Ale produzida com uma densidade e lupulagem aumentadas. Versões modernas das IPAs inglesas geralmente esmorecem frente às suas ancestrais. Atualmente o termo "IPA" é aplicado largamente às cervejas comerciais inglesas e tem sido utilizado (incorretamente) em cervejas com menos de 4% ABV. Geralmente possui mais lúpulo de finalização e menos notas frutadas e/ou de caramelo do que as Pale Ales ou Bitters inglesas. Versões mais frescas obviamente possuem caráter de lúpulo de finalização significativamente maior.

Ingredientes: Malte pale ale (bem modificado e adequado para infusão simples). Lúpulos ingleses. Leveduras inglesas que podem criar um perfil frutado ou sulfuroso/mineral. Açúcar refinado pode ser utilizado em algumas versões. Água com concentração alta de sulfatos e baixa de carbonatos é essencial para atingir o agradável amargor nas versões autênticas de Burton, ainda que nem todos os exemplos exibam forte caráter de sulfato.

Estatísticas:
OG: 1,050 – 1,075
FG: 1,010 – 1,018
IBUs: 40 – 60
SRM: 8 – 14 ABV: 5 – 7,5%

Exemplos Comerciais: Meantime India Pale Ale, Freeminer Trafalgar IPA, Fuller's IPA, Ridgeway Bad Elf, Summit India Pale Ale, Samuel Smith's India Ale, Hampshire Pride of Romsey IPA, Burton Bridge Empire IPA,Middle Ages ImPailed Ale, Goose Island IPA, Brooklyn East India Pale Ale

Data Validade Não
Data Fabricação N/A
Condição New
Você deseja o malte moído? N/A
Pre Order Note Não
Is Pre Order Não
Fabricante PDC
safra Não

Queremos saber sua opinião

Fonte: BJCP (2008)

14A. English IPA
IPA Inglesa

Aroma: Aroma de lúpulo de moderado a moderadamente alto e de natureza floral, terrosa ou frutada é típico, ainda que a intensidade do caráter de lúpulo seja normalmente mais baixo do que nas versões americanas. Leve aroma de dry-hopping de caráter gramíneo é aceitável, mas não obrigatório. A presença moderada de malte com notas de caramelo ou tostado é comum. Frutosidade de baixa a moderada, proveniente de ésteres ou de lúpulos, pode estar presente. Algumas versões podem apresentar nota sulfurosa, mas esta característica não é obrigatória.

Aparência: A cor varia de âmbar dourado até cobre claro, mas a maioria vai de âmbar pálido a médio e com tons alaranjados. Deve ser límpida, ainda que versões não filtradas que passam por dryhopping possam ser um pouco turvas. Boa retenção de colarinho de cor quase branca e que deve persistir.

Sabor: Sabor de lúpulo de médio a alto, com amargor de lúpulo de moderado a assertivo. O sabor do lúpulo deve ser similar ao aroma (floral, terroso, frutado, e/ou levemente gramíneo). O sabor do malte deve ser de médio-baixo a médio-alto, mas deve ser perceptível, agradável e deve dar suporte ao lúpulo. O malte deve apresentar um caráter inglês que lembre pão, biscoito, tostado e/ou caramelo. Apesar da característica substancial de lúpulo dessas cervejas, o equilíbrio ideal é alcançado com a quantidade suficiente de malte, corpo e complexidade. Níveis muito baixos de diacetil são aceitáveis e a frutosidade resultante da fermentação ou dos lúpulos aumentam a complexidade. O final vai de médio a seco, e o amargor pode persistir no retrogosto, mas que não deve ser áspero. Se a água utilizada possuir muitos sulfatos, pode normalmente aparecer um distinto final seco, com características minerais, algum sabor de enxofre e um amargor persistente. Em versões mais fortes pode ser notado algum sabor limpo de álcool.
Carvalho é inapropriado neste estilo.

Sensação na Boca: Macia, com corpo de médio-leve a médio, sem a adstringência derivada do lúpulo, ainda que uma carbonatação de moderada a médio-alta possa combinar para causar uma sensação geral seca na presença do dulçor do malte. Um suave calor alcoólico pode e deve ser percebido nas versões mais fortes (mas não em todas).

Impressão Geral: Uma Pale Ale lupulada, moderadamente forte que apresenta características consistentes com o uso de maltes, lúpulos e leveduras inglesas. Possui menos caráter de lúpulo e um sabor de malte mais pronunciado do que as versões americanas.

História: Feita para sobreviver à viagem da Inglaterra até a Índia. As temperaturas extremas e a agitação do mar resultavam em uma cerveja altamente atenuada no desembarque. As English Pale Ales foram derivadas das India Pale Ales.

Comentários: Uma Pale Ale produzida com uma densidade e lupulagem aumentadas. Versões modernas das IPAs inglesas geralmente esmorecem frente às suas ancestrais. Atualmente o termo "IPA" é aplicado largamente às cervejas comerciais inglesas e tem sido utilizado (incorretamente) em cervejas com menos de 4% ABV. Geralmente possui mais lúpulo de finalização e menos notas frutadas e/ou de caramelo do que as Pale Ales ou Bitters inglesas. Versões mais frescas obviamente possuem caráter de lúpulo de finalização significativamente maior.

Ingredientes: Malte pale ale (bem modificado e adequado para infusão simples). Lúpulos ingleses. Leveduras inglesas que podem criar um perfil frutado ou sulfuroso/mineral. Açúcar refinado pode ser utilizado em algumas versões. Água com concentração alta de sulfatos e baixa de carbonatos é essencial para atingir o agradável amargor nas versões autênticas de Burton, ainda que nem todos os exemplos exibam forte caráter de sulfato.

Estatísticas:
OG: 1,050 – 1,075
FG: 1,010 – 1,018
IBUs: 40 – 60
SRM: 8 – 14 ABV: 5 – 7,5%

Exemplos Comerciais: Meantime India Pale Ale, Freeminer Trafalgar IPA, Fuller's IPA, Ridgeway Bad Elf, Summit India Pale Ale, Samuel Smith's India Ale, Hampshire Pride of Romsey IPA, Burton Bridge Empire IPA,Middle Ages ImPailed Ale, Goose Island IPA, Brooklyn East India Pale Ale